segunda-feira, 3 de maio de 2010

Continuação de " O que realmente aconteceu naquele verão maluco (entre eu e ele).

Como eu prometi, aí vai a continuação do texto :D


Fomos parar no meio de uma mata fria e úmida. Percebi que ele estava exausto, como eu.
 - O que você quer de mim ? - Ele perguntou ofegante.
 - Quero te ajudar. Eu sei que você precisa de ajuda. O que aconteceu com você? - Eu ansiava por uma resposta.
 - Não sei bem o que está acontecendo. Parece que aquelas pessoas querem algo de mim, algo que eu tenho e que elas não podem ter de forma alguma.
 - Mas o que essas pessoas querem de você? Você não faz ideia, mesmo ?
 - As vezes, eu acho que é alguma coisa que eu posso fazer por elas.
 - E você não sabe o que é? - Eu queria uma resposta, eu PRECISAVA de uma resposta. Eu queria muito ajuda-lo.
 - Não, eu não sei mesmo. Mas me responde uma coisa. Porque você quer tanto me ajudar? Você nem sabe quem sou.
 - Eu não sei porque, mas, quando te vi ali, correndo perigo, fiquei com uma vontade incontrolável de te ajudar.
 - Espero que isso não seja mais um truque pra me pegar.
 - Não, pode confiar em mim! Ah, esqueci de perguntar o seu nome.
 - Rafael, e o seu?
 - Luiza.
 Ficamos ali, sentados no meio da mata,conversando. Ele tinha 16 ano e por coincidência estava indo embora para minha cidade. Senti uma alegria incrível. Será que era possível se apaixonar tão rápido assim ?


CONTINUA...

Um comentário:

Lys Fernanda disse...

É possivel se apaixonar tao rapido assim, com certeza. rsrs!
Espero pela continuaçao, um bom dia menina. ♥