sábado, 23 de janeiro de 2010

Diferente.

É, sou uma garota diferente. Dizem que sou anormal, um caso á parte, maluca.

Porque dizem isso? Porque simplesmente não sigo o padrão, o comum, o aceitável pelas pessoas.
Não, não vou mudar nenhum pouco. Aliás, vou mudar só aquilo que eu ache que esteja realmente errado. Fora isto, estou muito bem com meu jeito de me vestir, de falar e de viver a vida. Não me importo com o que acham do corte de cabelo que eu vou fazer ou da minha roupa nem um pouco combinando. Não me importo com o que acham das minhas unhas verdes, amarelas, roxo, laranja. Eu as adoro assim.
Uns me chamam de rebelde, emo. Eu crio o meu próprio jeito de ser, não preciso de nenhum estilo estabelecido pra dizer quem eu sou. Tem dias que eu sou a garota mais patricinha do mundo. Mas tem dias que nem meu cabelo eu me preocupo em pentear. São esses pequenos e simples detalhes que formam um estilo. O estilo Amanda de ser. Por isso não adianta que venham me dizer que meu brinco de bolas amarelas não está combinando com minha pulseira de bolas vermelhas.
Não tenho grandes talentos. Não sou atriz, dançarina, muito menos cantora. E há quem me ame mesmo assim. Não preciso de um corpo bonito, de um cabelo liso e dinheiro para ser feliz. Posso até ser um pouco sozinha, eu sei que sou. É bem melhor viver sozinha do que com pessoas que só sabem criticar, nunca elogiar.
Posso não ser tão bonita por fora, mas dentro de mim existe uma garota compreensiva, carinhosa e que só gosta de ver os outros felizes. Que gosta de amar e se sentir amada.
Posso até não deixar muito claro os meus sentimentos, mas pelo tom da minha voz é fácil ver como eu estou me sentindo.
Sim, eu conto os dias para as férias terminarem e conto também para começarem.
Não sou a garota mais inteligente da classe, mas também não sou a mais burra.
Sou uma garota que se apaixona, mas que nunca é correspondida. Que é magoada facilmente, mas nunca demonstra isso. Que chora por não ser compreendida.
Mas que acima de tudo é feliz do jeito que é.

3 comentários:

Lys Roodri gues disse...

Nao seguir o padrao nao faz de voce uma maluca e sim uma pessoa unica. Beijoo, o texto ficou otimo!

Patriny Marcelle disse...

É isso aí menina. Amei esse texto. Tem tudo a ver comigo. Um dia eu amo Jonas Brothers e no outro Paramore. Um dia quero ser mais loira e no outro ruiva, um dia rosa umtdia preto. Mas é desse jeito que eu sou feliz. Do jeito que eu quero seguir minha vida.
Adorei mesmo esse texto, continue assim que o seu blog vai longe.
bjos

Anônimo disse...

Nossa me indentifiquei muuito com vc!O texto ta lindo.