sábado, 3 de julho de 2010

fatos (in)suportaveis da vida.

Eu prometi que não escreveria mais sobre isso aqui. Mas é dificil quando isso ainda machuca seu coração.
Doi demais só de pensar que eu não vou ter mais aquelas amizades de antes, que eu não vou ter a mesma vida de antes. E eu não sei como tudo vai ficar, só me resta esperar e deixar as coisas acontecerem.
 Eu nunca pensei que isso teria uma consequencia tão grande e que fosse machucar tanto as pessoas. Arrependida? Talvez. Mas não teria feito diferente, afinal, isso serviu como amadurecimento.
 Esquecer o que passou pode ser o segredo para uma nova vida, é hora de recomeçar, talvez.
Porque a verdade nem sempre é a melhor forma de resolver as coisas, infelizmente.
Eu queria ao menos amizades verdadeiras, por mais que digam que eu tenho, no fundo, bem lá no fundo eu sinto que não, que não tenho ninguem que esteja do meu lado pro que der e vier, eu sinto que eu continuo sendo aquela garota sozinha e triste de sempre. Foi burrice da minha parte pensar que tinha mudado, eu nunca consegui isso. E, apesar de tudo eu ainda tenho que suportar uma vida com aquelas mesmas pessoas que me fizeram tão mal, perto de mim, porque não há formas de afasta-las, mesmo longe, estarão perto, dentro de mim, uma parte de mim, uma parte feliz e normal de mim eu devo a elas.
 Eu prometo tentar recomeçar, mas eu não digo que eu vou conseguir ser como uma adolescente normal. Isso eu nunca consegui. Me estressa, me desgasta, sinto que eu vivo num mundo que não é meu.
Agora, eu só desejo amizades verdadeiras. Que seja uma, já basta. Mas que seja de verdade.

2 comentários:

Niick França disse...

Me identifiquei com seu post, as vezes sinto que estou rodeada de 'amigas' que dão a entender que não desejam nada de bom pra mim... Tento não me ligar nisso e me afastar :(

Enfim, se puder dá uma passadinha no meu blog: blogdaniiick.blogspot.com *-*

Tô te seguindo, beeijos :)

@KaarineLima disse...

Eu tbm me identifiquei com algumas coisas que tu escreveu, mas talvez seja pq amizades verdadeiras são raras, mas enfim, só depende do tempo e dos acontecimentos pra sabermos quem são realmente nossos amigos, adorei o blog, to seguindo aqui, bgs

http://livreelouca.blogspot.com/