quarta-feira, 18 de agosto de 2010

uma coisa inexplicável.

Há dias em que eu não sei mas quem sou, nem o que quero da minha vida. Não sei o que fazer, não sei o que sentir, nem o que falar. A inspiração se vai e da minha mente só sai palavras sem sentido. Eu não consigo enxergar-me num futuro, é como se eu estivesse deixando de existir aos poucos. Sentimento estranho, mas real, e machuca, me destroi, me estristece e me faz pensar se tudo que eu fiz até agora valeu realmente a pena.
 As pessoas me tratam como se da minha boca só saisse pensamentos e opiniões de uma criança fofa que ainda aprende o que é a vida, penso se não é isso mesmo, estou quase me convencendo disso.  Sinto coisas que eu não consigo desabafar, porque é errado, é estranho e as pessoas iriam me achar cada vez mais idiota e infantil. São sentimentos inseguros, coisas que eu não assumo mas que insiste em continuar dentro de mim. E cresce, cada vez mais forte, cada vez mais insuportável.
 Quando isso passar, quando nada mais desse sentimento idiota restar, eu serei uma pessoa tranquila, eu vou viver em paz, porque quando ele me deixa por algumas horas tudo fica perfeito de novo.


Ps: muito idiota e sem sentido, mas é assim que eu estou me sentindo esses dias.

4 comentários:

Anônimo disse...

eu tô me sentindo exatamente assim..
é mto ruim :/

Lys Fernanda disse...

Existiram mais vezes como essa querida. Não se desespere. Acredite, pode parecer ignorancia minha pois nao sei exatamente como se sente, mas uma hora vai passar. E só voce decidi quando passar. Estique as pernas e dê o primeiro passo. E voce se conhece melhor pelas suas atitudes meu bem. (:
Fique bem!

RAIANE disse...

Isso acontece com todo mundo!
São as decisões que precisamos tomar, que às vezes nos deixam indecisas e desacreditadas da vida!

Faz parte...

Espero que você se recupere logo! O futuro nos espera e com certeza ele reserva algo especial pra você!

PS: Não conversamos muito, mas me identifico muito com seus posts!
Bjim!

Luana Wiederkehr disse...

Pois é florzinha, infelizmente, ou felizmente pra voce, vc nao é a unica que se sente assim =/
gostei muito to texto, parabéns (: