sexta-feira, 5 de março de 2010

A tristeza aumenta.

É difícil olhar para o lado e vê-lo com ela. É difícil saber e ter que aceitar que ele não tá nem aí pra mim. Eu continuo com esperanças. Mas a cada vez que o olho a vontade de dizer toda a verdade aumenta e junto vem a tristeza e o medo de ser rejeitada. O coração fica apertado, é como se tivesse uma coisa me proibindo de dizer tudo. Alguém dentro de mim diz que não vale a pena dizer o que eu sinto, diz que vai ser como as outras vezes. Mas isso me faz sofrer, me sufoca e a única vontade que eu tenho é a de dormir e não acordar nunca mais.
 Tá, eu não tenho certeza se ele está mesmo afim dela. Mas a esperança desaparece a cada vez que o vejo conversando com ela de um jeito diferente, um jeito que ele não conversa com ninguém.
Eu tento esquecer, tento não pensar mais nele. Mas é involuntário, ele existe dentro de mim. É impossível controlar isso. E a única coisa que eu penso é se um dia tudo isso vai mudar. Eu me sinto mal por não conseguir controlar isso, eu queria me apaixonar pela pessoa certa, que não me fizesse sofrer.
Mas a cada musica que eu escuto, a cada texto de amor que eu leio, meu pensamento volta a ser dele, só dele.
 Mas um dia, por mais tarde que seja, ele ainda vai saber de tudo que eu tô sentindo. E mesmo que ele não entenda, eu vou me sentir aliviada e com a certeza que eu tenho que seguir em frente.

Um comentário:

Anônimo disse...

O tempo cura tudo, e quando o seu sentimento acabar ou voce descobrir que ele nao valia a pena, voce vai olhar para trás e perceber que é assim a gente cresce, que nao vale a pena gostar de alguem calada e alimentar esse sentimento enquanto ele está com outra pessoa.

E se voce ainda gostar dele quando ele ficar disponivel, uma dica: não despeje tudo que voce sente em cima dele porque ele vai levar um susto e talvez nem consiga te dar uma resposta. Tente demonstrar com pequenos gestos e com o tempo ele passará a te ver com outros olhos.

bj