quinta-feira, 30 de setembro de 2010

preciso,

Preciso de uma vida nova, de pessoas que acreditem em mim, de pais que entendam a minha inquietação, eles não sabem o quanto dói aquele olhar de desgosto que fazem pra mim.
 Não preciso de ninguém me lembrando das minhas obrigações, eu sei que as tenho e faço quando quiser. É desestimulante você ser cobrada o tempo todo, ser julgada pelas coisas que faz e ainda ser chantageada com castigos infantis quando não tem vontade de fazer um favor a sua mãe.
 Eu tenho 15 ano, personalidade formada o suficiente para não mudar com chantagens bobas, nem por ficar eternamente sem a chave do quarto.
 Me sinto cada vez mais pressionada a agir de uma forma que não me sinto bem. Não sou de me importar em agradar aos outros e, principalmente a quem não se importa se estou satisfeita ou não.
A cada dia que passa eu tenho menos vontade de conviver com essas pessoas que me fazem sentir tão mal, que me veem como uma adolescente rebelde e egoísta. Mas eu só quero ser feliz.


Ps: ando meio sem inspiração por esses dias, semana de provas, não consigo me concentrar num texto.

Um comentário:

Anônimo disse...

Amei o post. Gosto muito de le esse tipo de texto. Parrrabéns *-*
Bjss!