sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012


375554_195668177196312_177000772396386_378156_1606417702_n_large

E essa minha falta de coragem me destrói mais do que qualquer sentimento estupido sentido por esse coração mais estupido ainda. Essa intensa vontade de acabar não supera a de continuar sofrendo todos os dias por alguém que sequer luta por uma liberdade de direito. Minha personalidade está o tempo todo se adequando, se moldando a um tipo de pessoa completamente diferente. E uma hora cansa.
Só que esse ciclo vicioso de acontecimentos ruins jamais vai acabar, ou se acabar não só meu coração ficará destruído, mas eu também, totalmente. Penso que talvez tivesse sido melhor não ter começado as coisas, eu sempre preferi estar sozinha, sempre fugi de qualquer tipo de relacionamento, por melhor que aparentasse ser. E de repente eu me entreguei. Me entreguei de uma forma que eu jurei por tanto tempo nunca me entregar, porque eu já sabia o inicio, meio e fim. Já sabia como iria terminar e o quanto eu iria sofrer quando qualquer sentimento despertasse em mim.
 Só te peço que não me magoe, meu coração já está partido o suficiente. É algo que eu não posso mudar, e você muito menos. Se existisse uma maquina do tempo em que pudéssemos partir daqui para o futuro sem enfrentar esses terríveis e dolorosos obstáculos, eu teria  a certeza de que seria pra sempre. Porque a culpa não é minha, nem sua. A culpa é de alguém totalmente desinteressado em sentimentos, e infelizmente, por enquanto, nada pode ser feito. Eu só quero ser feliz, nada mais.

2 comentários:

patyemo disse...

Achei o seu blog tão fofo!
A coragem é mesmo uma dádiva! Nem todo mundo consegue tê-la, o tempo todo...

PS: tem um meme p/ vc lá no meu blog :)
perdidanosuburbio.blogspot.com

Anônimo disse...

adorei esse blog mas nao gostei do blog adolescentes a bordo ele nao e atualizado.......